Polícia Judiciária detém homem por violência doméstica, sequestro e coacção

8
Directoria de Lisboa e Vale do Tejo - Entrada

A Polícia Judiciária, através da Directoria de Lisboa e Vale do Tejo (DLVT), procedeu à identificação, localização e detenção fora de flagrante delito de um homem, com 35 anos de idade, por existirem fortes indícios da prática dos crimes de violação, sequestro, coacção e violência doméstica, os quais incidiram sobre a ex-mulher.

A vítima, com 32 anos de idade, mãe de três filhos menores em comum com o agressor sexual, era já alvo de violência doméstica, com reiteradas agressões físicas e psicológicas, desde há bastante tempo e mesmo após a concretização do divórcio.

O arguido fora detido, no primeiro semestre de 2021, indiciado pela prática de crime de violência doméstica, perpetrada sobre a mesma vítima, tendo-lhe sido aplicada a medida de coacção de prisão domiciliária e afastamento da vítima, que, entretanto, cessou.

Na passada terça-feira, o suspeito, mediante a ameaça de uma arma branca, perpetrou os crimes de violação, sequestro e coacção, ameaçando ainda matar a vítima.

A investigação levada a cabo pela Polícia Judiciária, permitiu recolher sólidos elementos indiciários que permitiram sustentar a sua detenção fora de flagrante delito.

O arguido detido foi presente a primeiro interrogatório judicial, no Tribunal de Instrução Criminal de Sintra, tendo-lhe sido aplicada a medida de coacção de prisão preventiva.

Polícia Judiciária